Artigos

A importância do pedagogo nas instituições educativas

Quéli Vanessa Martins Silva Sfreddo

    Resumo


  O campo de atuação do Pedagogo é muito vasto, sendo que o mesmo é de fundamental importância em todas as instituições de cunho educativo, entretanto “há que se fazer a diferença para conseguir um lugar ao sol”, pois muitas vezes teremos que mostrar a necessidade desse profissional dentro das instituições.

  Segundo Libâneo, há uma diversidade de práticas educativas intencionais na sociedade a qual se configura como uma ação pedagógica escolar e extra-escoltar, assim, ele considera que:

  O pedagogo é o profissional que atua em várias instâncias da prática educativa, direta ou indiretamente ligadas à organização e aos processos de transmissão e assimilação ativa de saberes e modos de ação, tendo em vista objetivos de formação humana definidos em sua contextualização histórica. (1996, p. 127)

  Assim, percebe-se que as práticas educativas, não estão restritas à escola, sendo evidente a tendência de pedagogização da sociedade, pois, segundo Libâneo (1996), não é casual a menção cada vez mais frequente à sociedade do conhecimento. E a ausência do pedagogo junto às instituições educativas deixa uma lacuna, pois, somente o pedagogo poderá coordenar os trabalhos pedagógicos de tais instituições.

  Conforme pesquisas realizadas nos últimos anos, a profissionalização docente não se pode confinar a uma “pedagogia do dom natural”, mas exige formação profissional (FREIRE, 2000, p. 28).

  Para tanto, salienta-se a necessidade de uma formação sólida que alie a teoria à práxis pedagógica, minimizando as lacunas na formação docente.

  Por isso, compete ao educador refazer a educação, reinventá-la, criar as condições objetivas para que uma educação democrática seja possível, criar uma alternativa pedagógica que favoreça o aparecimento de novas pessoas, solidárias e preocupadas com o novo projeto social e político (DEMO, 1995).

  Dessa maneira, percebe-se grandes desafios colocados à educação brasileira, como implementar a democracia, isto é, a inclusão na cidadania e busca pela qualidade da educação, problemas que perpassam vário séculos. Por isso a relevância da atuação do pedagogo em diversos espaços da sociedade, não restringindo seu campo de atuação somente à escola formal.

  No Brasil, atualmente, vislumbra-se uma ampliação do conceito de educação, haja vista que a mesma não se restringe à ação de ensinar e ao processo de aprendizagem no interior de instituições escolares formais, já que extrapola os muros da escola para os diversos espaços sociais.

  Sendo assim, conclui-se que o campo de atuação do pedagogo é muito fértil, haja vista sua fundamental relevância nos ambientes escolares e não escolares, como instrumento mobilizador de competências e habilidades na análise crítica das situações, aliando os princípios éticos, estéticos, políticos e de construção da identidade individual e coletiva, bem como “articulador-mor” do processo educativo.

Palavras-chave: pedagogo, educação, instituições educativas.


     Referências bibliográficas:


  DEMO, Pedro. Cidadania tutelada e cidadania assistida. Campinas, SP: Autores Associados, 1995.

  FREIRE, Paulo. Educação como prática da liberdade. 9ª ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979.

  LIBÂNEO. j.c. Pedagogia, Ciência da educação? Selma G. Pimenta (Org.). São Paulo; Cortez,1996,p.127. 

Licença Creative Commons | Atribuição | Uso Não-Comercial | Vedada a Criação de Obras Derivadas
Alguns direitos reservados
Exceto quando assinalado, todo o conteúdo deste site é distribuído com uma licença de uso Creative Commons
Creative Commons: Atribuição | Uso Não-Comercial | Vedada a Criação de Obras Derivadas