Artigos

O educando da educação de jovens e adultos.

Tanya Torrico

Introdução

               O tema sugerido tem grande relevância  pois os alunos da EJA possuem uma postura critica diante de sua realidade.

A principal vertente é, entender quem é o aluno adulto da EJA identifica suas atuais necessidades especiais, o educando obtém uma função de transformação de sua realidade social, acredita na crença na capacidade de ler e interpretar a realidade conforme sua própria experiência.

É importante observar a realidade que o cerca para buscar métodos qualitativos que possam contribuir para uma busca continua do processo de aprendizagem significativa.

Estima-se que alunos da EJA possuem grande interesse pelos estudos, possuem força de vontade própria muitas vezes, acreditam na sua valorização pessoal e existencial, são elementos primordiais para obter um bom desempenho.

O educando da EJA apresenta muitas vezes um nível de conhecimento prévio seja, de origem cultural, prático ou específicos, buscam na escola satisfazer suas necessidades internas.

A educação de jovens e adultos EJA apresenta suas particularidades quando jovens, adultos e idosos, são trabalhadores desempregados, oprimidos e excluídos.

A temática da EJA elege uma abordagem do papel dos alunos deste processo na escola noturna, a EJA é um processo de conhecimento para a democracia e a cidadania entre outras práticas.

Um direito constitucional para o cidadão brasileiro tão importante quanto o direito da escola, é, a garantia de todos que aprendam com uma educação de qualidade, os jovens, adultos e idosos lutam para superar suas condições de vida moradia, saúde, alimentação, transporte, emprego, etc, inclusive o desemprego e as péssimas condições de vida.

Infelizmente hoje encontram-se critérios seletivos e muitos alunos acabam sendo rotulados, o perfil do aluno da EJA na rede pública são: desempregados, donas de casa, jovens, idosos, Portadores de deficiência especiais, são alunos com deficiências culturais, etnias e crenças religiosas.

O aluno da EJA, trabalhador muitas vezes chega cansado e com sono e querem sair mais cedo da aula, o educando acredita que o trabalho esta em primeiro plano, pois a muitos necessitam sustentar suas famílias, é necessário repensar nessa realidade dos métodos educativos sabemos que as Diretrizes Curriculares apresentam alguns avanços do ponto de vista pedagógicos próprios e específicos para a educação de Jovens e Adultos.

Próxima página
Abertura
Licença Creative Commons | Atribuição | Uso Não-Comercial | Vedada a Criação de Obras Derivadas
Alguns direitos reservados
Exceto quando assinalado, todo o conteúdo deste site é distribuído com uma licença de uso Creative Commons
Creative Commons: Atribuição | Uso Não-Comercial | Vedada a Criação de Obras Derivadas

Como seria o Vade Mecum dos seus sonhos?

Estamos trabalhando em um Vade Mecum digital, inteligente, acessível e gratuito.
Cadastre-se e tenha acesso antecipado e gratuito à nossa versão beta.