O vestuário como forma de expressão atraves da arte (texto não-jurídico)

Diálogos

[0] 
Henrique Araújo Costa 15/07/10 às 19h07

Inútil ao jurista?

Ao fazer a moderação do conteúdo desse site, tive certeza de que se tratava de um texto fora do escopo de publicações. No entanto, me veiou outra pergunta: seria inútil ao jurista?

Acho que não. E por isso resolvi deixar esse texto aqui. Afinal, refletir sobre os limites da linguagem e da arte pode levar o jurista (ou o cientista político, enfim) a pensar sobre os próprios limites de sua ciência.

Por isso, além de mantê-lo aqui, recomendo a leitura do presente texto.

Licença Creative Commons | Atribuição | Uso Não-Comercial | Vedada a Criação de Obras Derivadas
Alguns direitos reservados
Exceto quando assinalado, todo o conteúdo deste site é distribuído com uma licença de uso Creative Commons
Creative Commons: Atribuição | Uso Não-Comercial | Vedada a Criação de Obras Derivadas

Como seria o Vade Mecum dos seus sonhos?

Estamos trabalhando em um Vade Mecum digital, inteligente, acessível e gratuito.
Cadastre-se e tenha acesso antecipado e gratuito à nossa versão beta.