Biografia

Jean-Jacques Rousseau viveu durante um período de influência do Iluminismo, tendo se destacado em diversas áreas como música, política, literatura, pedagogia, botânica e filosofia.

FAMÍLIA

A família de Rousseau era protestante, tendo seu avô fugido da França para Suíça devido a perseguições religiosas. Seu pai, Isaak Rousseau, era relojoeiro e Rousseau nasce, dessa forma numa família burguesa, num tempo de dominação da aristocracia [pré Revolução Francesa]. Sua mãe morre no parto, e Rousseau não chegou a conhecê-la. Ele conta em sua biografia que esse incidente o levou a desenvolver interesse por mulheres mais velhas e dominadoras, o que estará presente ao longo de sua vida, com suas amantes e esposa.

INFÂNCIA

Rousseau aprende a ler e escrever bem cedo, influenciado pelo pai, de tradições protestantes. É aluno do Pastor Lambercier, de rígida disciplina moral e religiosa. Relata em sua autobiografia passeios freqüentes por campos e bosques, identificado já nessa idade com a natureza. Quando completa 10 anos, seu pai falece, e Rousseau se torna órfão, precisando trabalhar para seu sustento.

ADOLESCÊNCIA

Conhece uma rica senhora que se torna sua amante e protetora. Desenvolve nessa época o gosto pela música e pela filosofia, já que os cuidados da aristocrata lhe permitem dedicar tempo aos estudos. Após esse relacionamento relativamente longo, Rousseau parte pra Paris, onde começa a ter contato com a elite intelectual francesa.

MATURIDADE

Rousseau começa a ser reconhecido no campo da música, obtendo sucesso em sua ópera “O Adivinho da Vila”. Um marco que integra Rousseau aos intelectuais da época é o convite feito por Diderot para que escrevesse um verbete sobre música para a Enciclopédia.

Porém Rousseau se torna famoso ao receber um prêmio da Academia Dijon por ter respondido de maneira mais excelente a questão [bastante ligada à Modernidade]: “O restabelecimento das ciências e das artes contribuiu para aprimorar os costumes?”. Ele surpreendentemente respondeu de forma negativa [Discurso sobre as Ciências e as Artes], porém com uma argumentação tão adequada que já podemos encontrar aí as idéias defendidas por ele sobre os efeitos da sociedade sobre a natureza do homem.

Rousseau curiosamente cria diversas inimizades entre os intelectuais da época, contradizendo seus pensamentos sobre a natureza pacifica do homem. Tem como inimigo o cético Voltaire, durante toda a vida, a quem dedica inúmeras páginas de argumentação numa disputa quase infantil. Acaba por discutir com Diderot, e posteriormente com Hume, como quem vive exilado na Inglaterra devido às perseguições políticas e religiosas vividas por ambos. Acabam denunciando um ao outro.

Rousseau vive seus últimos dias se dedicando à botânica no castelo de Ermenonville, onde é abrigado por um amigo. O espírito desses últimos dias é registrado por ele no livro “Devaneios de um Caminhante Solitário”.

OBRAS X VIDA

Emídio, ou da Educação => Tratado sobre pedagogia onde Rousseau defende que as crianças devem ter mais liberdade no processo de aprendizagem. Muitos apontam para as contradições entre as idéias que Rousseau defende nessa obra, sobre como educar as crianças adequadamente, e sua atitude em abandonar num orfanato os cinco filhos que teve com sua amante e posteriormente esposa, Thérèse Levasseur.

A Nova Heloísa => Romance epistolar onde Rousseau fala pela moralidade e pela justiça divina. Apesar de suas idéias terem causado grandes problemas com a Igreja, Rousseau era um espiritualista, que apenas discordava da maneira como a Cristandade era administrada, tanto entre católicos como entre protestantes. A religiosidade de Rousseau era algo mais voltado ao natural.

FONTES

ROUSSEAU, Jean-Jacques. Emílio ou da educação. São Paulo: Martins Fontes, 1995.

ROUSSEAU, Jean-Jacques. As Confissões. São Paulo, 2 vol: Atena Editora, 1952.

MANION, James. O Livro Completo da Filosofia. Madras, 2005.

Sumário

Boletim Arcos

Cadastre-se para receber nosso boletim informativo
E-mail:

ok


Acompanhe o Arcos nas redes sociais


Licença Creative Commons | Atribuição | Uso Não-Comercial | Vedada a Criação de Obras Derivadas
Alguns direitos reservados
Exceto quando assinalado, todo o conteúdo deste site é distribuído com uma licença de uso Creative Commons
Creative Commons: Atribuição | Uso Não-Comercial | Vedada a Criação de Obras Derivadas