Revista dos Estudantes de Direito da UnB, 3ª Edição

Colarinho Sem Cabeça

José Peixoto Guimarães Neto

                (Colarinho sem cabeça)


Quatro estrofes, um dicionário, uma gravata,
bastante vaidade e a fundura de uma folha.
Tantas as idéias… nenhuma que se escolha
e que escorra dessa pena, nesta bravata.


Na procura da palavra, o significado
se esvai… como que de enteados para netos.
É, pois, assim, que o torto se torna entortado,
e também que o certo e o justo tornam-se retos.


E assim, com sorte, tem-se a obra sem defeito
desenhada em preto e branco, mas, no formato,
jaz um brilho esquálido - que sorri sem jeito.


É seu objeto… estancado - quase perfeito.
É, pois, quem dessa moldura é quase retrato…
É quase direito - entornado num contrato.


José Peixoto Guimarães Neto

Página anterior
Página 20 de 20
Licença Creative Commons | Atribuição | Uso Não-Comercial | Vedada a Criação de Obras Derivadas
Alguns direitos reservados
Exceto quando assinalado, todo o conteúdo deste site é distribuído com uma licença de uso Creative Commons
Creative Commons: Atribuição | Uso Não-Comercial | Vedada a Criação de Obras Derivadas

Como seria o Vade Mecum dos seus sonhos?

Estamos trabalhando em um Vade Mecum digital, inteligente, acessível e gratuito.
Cadastre-se e tenha acesso antecipado e gratuito à nossa versão beta.